Codemar apresenta sistema do Mumbucar aos taxistas cadastrados

Aplicativo de transportes aceita moeda social da cidade e não cobra taxa  

Taxistas cadastrados no Mumbucar aprendem sobre sistema do aplicativo Foto: Leonardo Fonseca

Mais um passo em direção a implementação do Mumbucar foi dado na noite desta terça-feira (02/05). Os motoristas de táxi que já se cadastraram no aplicativo estiveram na sede da Codemar (Companhia de Desenvolvimento de Maricá), no Aeroporto de Maricá, para assistir a uma apresentação sobre como vai funcionar a plataforma.

O Mumbucar é uma tecnologia aplicada em políticas públicas para fomentar a economia da cidade. Nele, será possível receber pela moeda social Mumbuca, além dos meios tradicionais de pagamento, como dinheiro, crédito, débito e pix. O aplicativo é exclusivo para taxistas e não vai cobrar as taxas geralmente aplicadas nesse tipo de serviço. Em uma segunda fase, motoristas particulares poderão utilizar o serviço da plataforma para fazer entregas, mas a mobilidade dos passageiros só poderá ser feita pelos taxistas regulamentados na cidade. O aplicativo vai seguir, ainda, as regras de transporte de Maricá.

O superintendente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Codemar, Danilo Pitarello, tirou dúvidas sobre o funcionamento do Mumbucar Foto: Leonardo Fonseca

O encontro serviu para que os motoristas tirassem dúvidas sobre o aplicativo. Para o taxista Diego de Lima e Silva, que atua no mercado há oito anos, o Mumbucar está na frente de outras plataformas de transportes que existem no Brasil. “Ter a possibilidade de pagar com a moeda social é um diferencial muito grande. Com isso, vamos conquistar um público que não está acostumado a andar de táxi, vamos ter mais clientes. Acredito que o aplicativo já deu certo, vai ser ótimo para nós”, garante Silva.

Próxima etapa: testes com os usuários

O superintendente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Codemar, Danilo Pitarello, afirmou que o encontro foi importante para apresentar o passo a passo do sistema para os taxistas. “Na fase anterior, cadastramos 60 taxistas para que eles participem do processo de testes e validação do sistema. Agora, apresentamos como vai funcionar o aplicativo para receber e aceitar uma corrida, buscar e transportar o passageiro até o local que ele pediu e como finalizar a corrida. É um aplicativo simples, que vai atender a demanda dos taxistas que pedem isso há anos, com o diferencial de aceitar a moeda Mumbuca”, explica Pitarello.

Taxista há oito anos, Diego de Lima e Silva, está animado com o serviço Foto: Leonardo Fonseca

Segundo Danilo, o próximo passo do Mumbucar vai ser a realização de testes com parte dos usuários cadastrados. O objetivo dessa fase é identificar possíveis erros e falhas, que vão ser corrigidos antes do lançamento para toda a cidade. “Vamos nos concentrar primeiro nos funcionários da Codemar para a realização desse teste. A expectativa é que o cadastro dos passageiros comece ainda nesta semana, para iniciar as corridas na semana que vem”, acrescenta.

 Mais praticidade e segurança

Os taxistas cadastrados no Mumbucar vão ser acompanhados em tempo real, durante as corridas. Com a viagem em andamento, também ficará disponível para o motorista o botão “SOS”. Caso haja alguma situação de perigo, ele pode apertar o botão, que acionará a polícia.

O Mumbucar é uma iniciativa da Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Transportes e da Codemar (Companhia de Desenvolvimento de Maricá).

Sessenta taxistas já se cadastraram para utilizar o serviço do Mumbucar Foto: Leonardo Fonseca

Programas

Notícias

Jardins funcionais podem aumentar produção e renda de agricultores

Produtores rurais de Maricá receberam minicurso sobre como cultivar plantas ornamentais e tirar benefícios extras da prática Agricultores de Maricá receberam, nesta sexta-feira (1), instruções...

Convergência de estratégias entre Maricá e Banco da Amazônia marcam painel na COP-28 sobre...

Plataforma Mumbuca Verde tem potencial para estimular investimentos na conservação da natureza A cidade de Maricá, o Banco da Amazônia e Estados da Amazônia participaram...

Maricá e Banco Palmas mostram experiências com moedas sociais e digitais em Minas Gerais

Codemar representa a cidade e apresenta novas tecnologias sociais e financeiras a estudantes e pesquisadores Os impactos sociais gerados a partir das moedas sociais e...