Codemar mostra novos caminhos para o desenvolvimento no segundo dia da Feira das Profissões

Evento segue neste domingo indicando novos mercados e atividades para a população

Economia Solidária, cultura e inovação tecnológica estiveram presentes nos três painéis apresentados pela equipe da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) no segundo dia da Feira das Profissões de Maricá, neste sábado (28). O evento, uma grande mostra de caminhos profissionais possíveis, acontece até este domingo no Esporte Clube Maricá, no Centro.

Os três painéis apresentados pela Codemar se conectam num ecossistema que promove o desenvolvimento sustentável e preocupado pelo social.

Eugênio Soares falou de como a economia solidária aponta caminhos para o desenvolvimento em todos os setores. Foto: Paulo Ávila

No primeiro deles, “Economia solidária e modelos alternativos de desenvolvimento”, o diretor de Economia Solidária, Eugênio Soares, ressaltou que a chamada economia solidária é uma alternativa ao que está dado, hoje:

“Quando falamos de economia solidária muita gente fala de artesanato. Não é só isso. Inclui tudo isso que a Codemar faz, de cultura a biotecnologia”, disse.

Para ele, na economia solidária não se visa apenas o lucro. “A gente visa o lucro compartilhado entre quem produz, não concentrado em um indivíduo. Juntos somos mais fortes”, acrescentou.

Segundo Eugênio, a economia solidária é ampla e está presente em ações como a implantação da moeda social Mumbuca. A moeda injeta dinheiro na cidade e faz a economia girar.

Renda descentralizada

A secretária municipal de Economia Solidária, Andrea Cunha, e a presidente do Banco Mumbuca, Manuela Mello, participaram da palestra.

“É uma economia que desenvolve políticas sociais muito diferenciadas e que será expandida. No início do próximo mês, teremos a entrada de mais 51 mil beneficiários no Renda Básica da Cidadania (RBC) levando o benefício a 93 mil pessoas”, afirmou Andrea.

Manuela Mello, presidente do Banco Mumbuca, falou da importância de buscar um novo modelo econômico mais solidário. Foto: Paulo Ávila

Manuela completou dizendo que a economia solidária traz uma nova lógica:

“A gente vive imerso no que chamam de produtividade, onde só o dinheiro importa. Mas na verdade o que importa são as pessoas, não o dinheiro. E isso não quer dizer que o dinheiro não seja importante. Só com a moeda social já injetamos R$ 3 bilhões na economia de Maricá desde 2018”, analisou Manuela.

Cultura e identidade

O segundo painel tratou de inovação, cultura e desenvolvimento. A pesquisadora da UFRJ Renata Santos apresentou seu trabalho, falou do excesso de informações que não se traduz em conhecimentos, abordou a ideia de distrito de conhecimento e a aplicou a Maricá.

“Maricá tem duzentos e poucos anos. Mas como? Se você pega a origem do povoamento é de muito antes. São histórias que vão sendo apagadas. Só a Igreja de Nossa Senhora do Amparo tem mais de 200 anos”, disse.

A pesquisadora Renata Santos com Danilo Pitarello e Laiz Solis. Foto: Paulo Ávila

Ela afirmou que, numa pesquisa básica, já colocaria Maricá como uma cidade de 400 anos facilmente. “E qual a importância disso? Buscar a história, a identidade do lugar, tem valor. Quando você viaja você quer ver algo único ou o que você já tem na sua cidade?”, explicou Renata.

Caminho dos Museus

A Codemar tem um grande projeto em andamento de transformar as casas onde viveram Darcy Ribeiro, Beth Carvalho e Maysa em museus. A superintendente responsável, Laiz Solis deu detalhes.

Laiz Solis, superintendente da diretoria de Economia Criativa da Codemar, falou sobre o Caminho dos Museus que está sendo construído. Foto: Paulo Ávila

“É um trabalho de resgate desses espaços para que a população tenha acesso a uma memória preservada e também ao pensamento que ali havia. Vamos trazer o imaterial através do material para criar uma identidade, para que as pessoas se vejam ali, que tenham sentimento de pertencimento”, disse Laiz.

Tecnologia e mobilidade

No fim do dia, o último painel retomou a lógica de pertencimento a uma sociedade e à solidariedade. Foi anunciado que o aplicativo de mobilidade MumbuCar, para os táxis da cidade, poderão ser usados também por mototaxistas em breve. O diferencial do app é que as corridas podem ser pagas em moeda social.

O taxista Diego de Lima com o secretário municipal de Transportes, Douglas Ruas, e o líder mototaxista Manoel Messias, o Messias Mototáxi. Foto: Paulo Ávila

“Essas pessoas vão poder se beneficiar dos milhões de Mumbucas injetados todos os meses pela prefeitura na cidade. E com a chegada de mais 51 mil beneficiários a demanda vai aumentar muito”, previu Douglas Paiva, secretário municipal de transportes.

Danilo Pitarello, superintendente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Codemar, anunciou que outras novidades virão.

“Será implementada em breve uma ferramenta para que motoristas possam dar descontos no valor da corrida. O MumbuCar vai seguir sempre melhorando”, finalizou.

Mostra de Economia Solidária

A Codemar está organizando, dentro da Feira das Profissões, a primeira Mostra de Economia Solidária, reunindo, pela primeira vez, todas as secretarias que organizam feiras em Maricá (Economia Solidária, Cultura, Turismo, Agricultura e Projetos Especiais). Essa estrutura constitui um coletivo do governo chamado ArtMar, uma articulação das feiras de Maricá criada pela Codemar em parceria com a Secretaria de Promoções Especiais.

Feira reúne 300 expositores que atuam em diversas frentes de Economia Solidária na cidade. Foto: Paulo Ávila

Mais de 300 expositores estarão participando da feira, e a Codemar está participando ativamente da organização e no apoio ao desenvolvimento econômico desses empreendimentos solidários.

“Essa feira é organizada num trabalho e esforço conjunto da Comunicação, Biotec e as Diretorias Criativa, Solidária, Energia e todas diretorias de sustentação, colocando na prática a intersetorialidade das diversas áreas da Codemar, seguindo indicação do presidente da companhia, Hamilton Lacerda”, ressaltou Eugênio Soares.

Outras ações

Os projetos desenvolvidos pela Codemar estão sendo expostos da Feira das Profissões. Além do estande da Mumbuca Verde, onde é possível usar um simulador de asa delta, a Biotec Maricá mostra um pouco das suas atividades. No sábado foi a vez do projeto Inova Agroecologia Maricá, que introduz novas e melhores variedades vegetais na produção rural do município.

Projetos da Codemar fizeram parte da exposição da feira. No sábado, o Inova Agroecologia Maricá marcou presença. Foto: Paulo Ávila

No fim do dia, a União de Maricá entrou em cena para animar os participantes e elevou a temperatura com a bateria Maricadência, baianas, passistas e casal de mestre-sala e porta-bandeira.

Apresentação da União de Maricá no encerramento do dia na Feira das Profissões. Foto: Paulo Ávila

Programação

DOMINGO – 29/10

14h – ABERTURA
Vídeos da Codemar
14h30 – PAINEL 6: TECNOLOGIA, DESENVOLVIMENTO E TRABALHO
Mediador: Danilo Pitarello (Codemar)
EDUCAÇÃO PARA TRANSFORMAÇÃO: PROGRAMA MARICÁ EDUTECH E ESCOLA DE STARTUP DE MARICÁ
15h – Luciana Pinheiro ( sec. de trabalho – Educadora Parental)
15h30 – Edson Romão (ADAPTIDEAS) / Pedro Paulo (ADAPTIDEAS) – ONLINE
16h – Martius Vicente (Diretor da Faculdade de administração da UFF)
16h30 – Debate

17h – PAINEL 7: TECNOLOGIA E CRIAÇÃO DE NOVAS EMPRESAS
Mediadora: Jennifer Lemos
PARQUES TECNOLÓGICOS E INCUBADORAS DE EMPRESAS
17h – Pedro Mota Di Filippo ( Diretor de Indústria e Energia da Codemar)
17h30 – Danilo Pitarello ( Superintendente de Inovação da Codemar)
18h – Alexandre Costa (Coordenador de Empreendedorismo e Inovação) / Willian Higa (Codemar)
18h30 – Debate
19h – ENCERRAMENTO

Programas

Notícias

Tire suas dúvidas sobre o Voa Maricá

Como são feitos os voos? As operações do Voa Maricá são realizadas com a aeronave Cessna Grand Caravan, que oferece conforto e segurança aos viajantes...

Funcionários da Codemar doam 680 cobertores para o Rio Grande do Sul

Colaboradores da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) também se envolveram na corrente de solidariedade para ajudar o Rio Grande do Sul, que sofreu...

Esquadrilha fará show de acrobacias aéreas com fumaça em Araçatiba no sábado (25)

Como parte da comemoração pelos 210 anos do município de Maricá, a Esquadrilha Céu fará acrobacias e desenhos com fumaça na manhã do próximo...