Em visita à Codemar, deputada federal Adriana Accorsi conhece projetos inovadores

Parlamentar mostra interesse em levar iniciativas de preservação e despoluição para o Centro-Oeste

Ações da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) continuam despertando a atenção de representantes do poder público em diversas regiões do país. Nesta terça-feira (23) foi a vez de a deputada federal Adriana Accorsi, de Goiás, fazer uma visita técnica à companhia para conhecer projetos e soluções inovadoras que a empresa tem desenvolvido em Maricá.

A deputada federal Adriana Accorsi conheceu o trabalho desenvolvido pela Codemar. Foto: Leonardo Fonseca

A parlamentar foi recebida pela diretora Margareth Raquel (Planejamento), por Cristiano Brochier (Assessor Especial da Diretoria de Planejamento) e Savanna Carneiro (Diretora Operacional do Projeto Lagoa Viva).

“Quero levar, com minha atuação como deputada federal, esses trabalhos tão bonitos e preocupados com a população para todo o Brasil. Principalmente para Goiânia”, disse Accorsi durante a visita à sede da Codemar.  

A deputada federal Adriana Accorsi conheceu o trabalho desenvolvido pela Codemar. Foto: Leonardo Fonseca

De acordo com a deputada, os projetos sociais e econômicos desenvolvidos em Maricá, incluindo os da Codemar, são motivo de “orgulho para todo o Brasil”.

“Foi uma alegria conhecer pessoalmente a cidade. Em Goiânia precisamos de muitos projetos de desenvolvimento. Da Codemar, posso citar a Mumbuca Verde e o Lagoa Viva”, finalizou.

Outro setor que despertou interesse da deputada é o de transporte público, inspirando-se, principalmente, nos Vermelhinhos tarifa zero.

A deputada federal Adriana Accorsi conheceu o trabalho desenvolvido pela Codemar. Foto: Leonardo Fonseca

Os projetos

A Mumbuca Verde é uma plataforma de ativos ambientais que podem ser comercializados para pessoas físicas ou jurídicas que queiram compensar suas emissões de carbono. O lastro é a conservação de áreas de mata de pé em Maricá. O sistema pode ser replicado em qualquer cidade que tenha áreas que possam ser preservadas. Em Goiás, muitas fazendas são obrigadas a ter, legalmente, área de reserva.

Já o Lagoa Viva é um amplo programa de revitalização do sistema lagunar da cidade, com o uso de bioinsumos (micro-organismos como bactérias que degradam matéria orgânica) para combater a poluição. É um trabalho em paralelo com a expansão da rede de saneamento básico, mas que já se desdobrou em tecnologias de tratamento de esgotos em ETEs com o uso dos micro-organismos. Na cidade do Centro-Oeste o sistema pode representar esperança para o Rio Meia Ponte.

Programas

Notícias

Carregadores para carros 100% elétricos são instalados em Maricá

Equipamento é iniciativa do Maricá Rotativo e está disponível na Orla de Itaipuaçu e no aeroporto municipal, no Centro Parar em estacionamento público e ainda...

Codemar promove ação pela Semana do Meio Ambiente na próxima segunda-feira (03/06)

A Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) vai promover uma ação a seus colaboradores para falar sobre sustentabilidade, reciclagem e boas práticas, na próxima...

ADM Maricá e Niterói Rugby vencem 1ª etapa do Circuito Carioca de handebol de...

A cidade de Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, sediou neste domingo (26) a 1ª etapa do Circuito Mundial de handebol de...