Empreendedores certificados na primeira turma de marketplace da Codemar vão testar aplicativos de vendas da cidade

Escola de Startup finalizou aulas da primeira turma do curso e anunciou que ainda há vagas para o novo ciclo do treinamento

Os participantes da primeira turma do curso de marketplace da Escola de Startup de Maricá serão os primeiros empreendedores da cidade a testarem os aplicativos de vendas do município que estão em fase de produção. O anúncio foi feito durante a entrega de certificados da capacitação para os alunos, nesta quinta-feira (16/06) no Banco Mumbuca. A Escola de Startup de Maricá é uma parceria da Codemar (Companhia de Desenvolvimento de Maricá) com a Universidade Federal Fluminense (UFF), com o intuito de capacitar os empreendedores maricaenses e impulsionar ideias inovadoras também lançando-os no meio digital.

“Foi um dia importante, porque a gente encerrou esse ciclo do curso piloto que vai ensinar aos comerciantes e prestadores de serviços locais a utilizarem ferramentas online para vender seus produtos e prestar os seus serviços. Quem já está apto a manusear uma plataforma online vai estar no grupo dos primeiros a testarem a nossa própria plataforma de vendas e produtos de serviços humanos que está em desenvolvimento. Então, quem recebeu o diploma e se certificou, vai poder montar sua loja online no ambiente de teste da plataforma, que tem previsão de ser inaugurada neste ano”, explicou o superintendente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Codemar, Danilo Pitarello.

Empreendedora na produção de conteúdo online para concursos públicos, Núbia da Silva Pereira foi uma das alunas do curso de marketplace certificada. “Eu já trabalhava com a moeda Mumbuca e esses aplicativos de vendas vão possibilitar ainda mais o poder de compra das pessoas. Como empreendedora, acho bem assertivo essa implantação. Quanto mais a gente entrar na era digital e quanto mais o município estiver engajado é melhor. Maricá está avançando e vai avançar cada dia mais”, observou Núbia do NP Concursos.

Marluce Almeida trabalha com marcenaria e virou um case de sucesso da escola. A empreendedora, que já atuava no digital, tem mais de 28 mil inscritos em seu canal no YouTube “POC Designer”. Ela está aproveitando as técnicas aprendidas no curso para alavancar mais os negócios. “Esse curso é de suma importância, até porque é muito gratificante saber que você está morando numa cidade que te enxerga e quer te impulsionar a crescer. E nem sempre o governo está ali perto dos empreendedores. Foi um incentivo muito enorme pra mim e grande parte do que eu aprendi já estou aplicando no meu negócio”, comentou.

Novas turmas para início em março

O curso de marketplace abordou sobre marketing digital; marketing de
relacionamento; produção de fotografia, vídeo e edição, além de gestão de competências digitais. As novas turmas com início para março ainda estão com vagas abertas. As incrições deverão ser feitas pelo link: https://escoladestartupmarica.com.br/cursos

“Para fazer o curso é importante que as pessoas tenham interesse em empreender ou já estejam empreendendo. A capacitação é gratuita, com duração de três meses e aulas online, permitindo que pessoas que moram em locais mais distantes do Centro de Maricá participem”, explicou a consultora de Tecnologia e Inovação da Codemar e professora de competências digitais da Escola de Startup, Ana Virgínia Medeiros.

O curso passará por mudanças na sua dinâmica. Um exemplo é que as novas turmas terão aulas onlines e também gravadas para melhor organização e disponibilidade de tempo, a pedido dos alunos. A professora da UFF e de Negociação e Gestão de Conflitos e Liderança da Escola de Startup, Paula Lopes Erthal, explicou: “A gente dividiu as aulas e uma parte delas serão gravadas, com o desenvolvimento de uma atividade ou um quiz, uma avaliação e a outra em sala de aula com o professor interagindo. Vamos fazer também webinários com as turmas quinzenalmente”.

Aplicativos em produção

A Codemar (Companhia de Desenvolvimento de Maricá) em conjunto com a Prefeitura de Maricá, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Trabalho, iniciou o desenvolvimento de um site e aplicativos onde o empreendedor de Maricá poderá anunciar produtos e serviços e realizar transações usando a moeda social Mumbuca. Não será cobrada qualquer taxa dos vendedores, uma forma dos pequenos negócios aumentarem sua renda e competirem com empresas reconhecidas.

Programas

Notícias

Após treinos em Maricá, Brasil vence Sul-Centro e conquista vaga no Mundial

A seleção brasileira de handebol de praia conquistou o título com os times masculino e feminino do Sul-Centro Americano, no Paraguai, neste sábado. A...

Estande da Codemar atrai público interessado em Economia Criativa, Sustentabilidade e outros assuntos, no...

Além dos painéis, óculos de realidade virtual com projetos da companhia e Programa Lagoa Viva chamaram a atenção de quem visitou o evento   Painéis...

Painéis sobre Fundo de Investimento Imobiliário e o impacto econômico da cadeia solidária atraem...

Projeto Lagoa Viva também mostra evolução na revitalização das lagoas e canais da cidade com participação de seus pesquisadores Novas oportunidades para investidores em Maricá...