Inova Agroecologia Maricá faz análise de solos da Horta Comunitária de Cordeirinho

Com estudo, agricultores conseguem realizar ações para melhorar terreno

Os permissionários da Horta Comunitária de Cordeirinho receberam, no início de dezembro, a equipe do Inova Agroecologia Maricá para a entrega dos resultados da análise do solo dos seis terrenos que fazem parte do local. O objetivo do estudo é sugerir ações para melhorar o solo e a produção dos agricultores.

A engenheira agrônoma e superintendente da Biotec Maricá, Esther Flaeschen, explica que a nova fase do Inova Agroecologia busca oferecer assistência técnica voltada para os produtores.

Permissionários da Horta Comunitária de Cordeirinho recebendo orientações Foto: Paulo Ávila

“Estamos trabalhando com os agricultores que vão aos cursos de capacitação do Inova. Essa análise do solo era uma necessidade deles. Por isso, viemos aqui, coletamos, analisamos e agora estamos entregando a devolutiva dos resultados”, afirma Esther.

Ela explica que esse é só o início do processo. “Vamos ficar acompanhando. Nos cursos, por exemplo, são doados sementes e insumos para incrementar a produção desses agricultores. E agora vamos estar em uma ação mais pontual junto a eles”, conta.

Análises

A apresentação dos estudos foi feita pela engenheira agrônoma, bolsista do Inova e responsável pelo laboratório de solos do Pesagro-Rio, Mariella Camargo.

“A análise de solo é pra dar o diagnóstico do que está acontecendo aqui na área, para que os agricultores possam melhorar o terreno e produzir alimentos de boa qualidade”, analisa Mariella.

Foto: Paulo Ávila

Segundo ela, os terrenos foram analisados individualmente e, por isso, as ações sugeridas variam de acordo com os resultados de cada um.  

“Em torno de 6 meses voltaremos para coletar novas amostras e utilizar mais práticas agrícolas que melhorem a qualidade do solo”, diz.

Prática

Foto: Paulo Ávila

Entre as ações que a equipe do Inova Agroecologia Maricá ensinou para os permissionários, esteve o processo de calagem, para diminuir a acidez do dolo, e adubação orgânica.

“Foi muito produtivo essa análise. Aqui o solo não é tão bom, mas a partir de agora, com os resultados, vamos conseguir fazer ações para melhorar. Estamos bem satisfeitos”, garante a permissionária Vera Lúcia Escarton.

Programas

Notícias

Fazenda Joaquin Piñero vira ponto turístico agroecológico

Pomar do projeto Inova recebe visitantes O pomar agroecológico do projeto Inova recebeu na manhã deste sábado (24) dezenas de visitantes que foram ao local...

Visita guiada na Fazenda Pública terá transporte com Vermelhinhos

Evento agroecológico será realizado pelo Inova Agroecologia neste sábado (24) Com o intuito de facilitar o acesso à Fazenda Pública Joaquín Piñero, no Espraiado, neste...

Domingo tem competição de pesca amadora com barco em Maricá

Cerca de 300 pescadores se inscreveram e vão disputar o troféu do Caiaque Fishing em Itaipuaçu O final de semana está chegando e quem estiver...