Lonas usadas em eventos serão doadas para produção de bolsas em Maricá

Costureiras que fazem parte da Rede Colmeia irão confeccionar acessórios com materiais usados no Maricá Games

Dentro do conceito de economia circular, que associa desenvolvimento econômico a um melhor uso de recursos naturais, a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) dá novos rumos para as lonas decorativas utilizadas no Maricá Games. Recicladas, elas serão matérias-primas para que costureiras da Rede Colmeia trabalhem na produção de bolsas. Modelos diferentes serão vendidos na tradicional feira de Itaipuaçu e por meio de encomendas.

Foto: Leonardo Fonseca

Para o diretor de Inovação e Tecnologia da Codemar, Pedro Mota Di Filippo, o Maricá Games continua dando frutos, mesmo após o evento.

“A doação é para a rede Colmeia, uma cooperativa de mais de 5.200 mulheres. Essa é uma iniciativa importante que gera emprego e renda. A Codemar tem esse olhar para a economia criativa e economia circular sustentável”, destacou.

A fundadora da Rede Colmeia, Thaisa Muniz, que recebeu as doações no Galpão Tecnológico de Maricá, lembrou que ela e mais 95 expositoras do grupo participaram do Maricá Games, que gerou também visibilidade para os negócios locais.

A costureira Vania Barros ao lado da coordenadora Julia Dias, do diretor de Inovação e Tecnologia da Codemar, Pedro Mota, e da fundadora da Rede Colmeia Thaisa Muniz. Foto: Leonardo Fonseca

“Receber as lonas que foram utilizadas num evento da grandiosidade do Maricá Games gera para as mulheres uma expectativa muito grande de produção com o material que antes iria ser descartado. Agora vamos vender nos nossos eventos, nas nossas feiras, para outros clientes. Isso foi mais uma oportunidade que o Maricá Games gerou para a Rede Colmeia”, disse Thaisa.

Na expectativa

Vania Barros faz parte do grupo de 20 costureiras que irá confeccionar os acessórios a partir do material reciclado. Alguns modelos já foram produzidos por elas para mostrar o que é possível fazer levando funcionalidade e durabilidade para o dia a dia.

Foto: Leonardo Fonseca

“Eu sou representante aqui das costureiras da Colmeia e já realizamos um projeto para a criação de modelos e confecção das bolsas. Uma expectativa bem legal de estar participando de uma iniciativa também voltada para a sustentabilidade da nossa Maricá”, disse Vania, costureira há 20 anos.

Reciclagem e renovação

Através dessa ação de doação de lonas, a Codemar busca estimular e fomentar a economia circular dentro da cidade. Júlia Dias, coordenadora na Diretoria de Indústria, Energia, Inovação e Tecnologia da Codemar e Engenheira Ambiental e Sanitarista, falou sobre a importância de ações que fomentem novas oportunidades: “Esses produtos vão ter novo valor agregado dentro do mercado, gerando renda e produção para artesãos de Maricá e também fomentando a preservação do meio ambiente através do não descarte desse material”.

Foto: Leonardo Fonseca

Ela lembrou que as doações terão continuidade. “A gente formula como um pontapé inicial, para todos os eventos da Codemar que tiverem lonas personalizadas possam fazer essa doação, estimulando cada vez mais a economia circular dentro de Maricá”, destacou a coordenadora.

Programas

Notícias

Agricultores de Maricá recebem capacitação em tecnologias agroecológicas

Curso gratuito dividido em cinco encontros busca difundir práticas modernas que ajudem a produzir alimentos mais saudáveis e de maior valor agregado na cidade Produtores...

Diretor-presidente da Azul Conecta pilota voo do Voa Maricá

Executivo, que também é comandante, foi o responsável pela viagem de São Paulo ao município Os passageiros do Voa Maricá que fizeram o trajeto de...

Codemar e Fundação Mundukide se reúnem e estudam parcerias

A entidade espanhola é focada em organizações cooperativas e atua em vários países, incluindo o Brasil A Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) recebeu nesta...