Resort Maraey será um dos mais importantes empreendimentos turístico-residenciais sustentáveis do país. O lançamento aconteceu no último sábado de setembro (28) no Rock in Rio.

Estiveram presentes no lançamento os responsáveis pelo empreendimento, o CEO da empresa IDB Brasil, Emilio Izquierdo Merlo; Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio; o Prefeito de Maricá, Fabiano Horta, e o Presidente da Companhia de Desenvolvimento de Maricá, José Orlando Dias.

Com o investimento estimado em R$ 11 bilhões, o projeto do resort na Restinga de Maricá deverá gerar 30 mil empregos e colocará Maricá no mapa do turismo mundial. Serão quatro hotéis de padrão cinco estrelas, incluindo o primeiro resort temático com a marca Rock In Rio, e condomínios residenciais. Além do complexo hoteleiro, com mais de dois mil quartos, o empreendimento também prevê a construção de um centro de pesquisa ambiental e de uma universidade internacional de formação e capacitação de profissionais na área do turismo.

Além do resort temático do Rock in Rio, também haverá um hotel eco-boutique integrado à Reserva Particular do Patrimônio Natural, um luxuoso hotel desenhado para ser um importante centro de convenções da América Latina e um Golf Resort de padrão internacional com um campo de golfe de 18 buracos.

Como está localizado em uma Área de Proteção Ambiental (APA), o projeto apresentado prevê adequação às normas que protegem a fauna e flora local, prevendo uma área de superfície de construção de apenas em 6,4%.

De acordo com o governador Wilson Witzel, o empreendimento começará a ser construído a partir do ano de 2020: “foram aprovadas as licenças ambientais e começaremos a construir o projeto ano que vem. O maior resort da América Latina, trezentos mil turistas por ano. A previsão do tempo de construção de tudo vai depender do fluxo financeiro, da compra, da área residencial. É um resort maravilhoso. Isso estava travado na justiça e conseguimos destravar”, disse o governador.

A área do empreendimento tem 840 hectares, dos quais somente 6,4% terão edificações ao final da construção do Maraey. Descontando-se áreas de intervenção, como vias de acesso, jardins e o trecho já ocupado pela comunidade de Zacarias, 81% da área será preservada ou recuperada para garantir a vegetação nativa.

Algumas das mais importantes instituições de ensino e pesquisa do país, como UFRJ, UERJ, UFF, UFRRJ, UFES e FURG farão parte do Centro de Pesquisas do Maraey. Será uma instituição voltada para o estudo e a recuperação da flora e da fauna da restinga e dos demais ecossistemas da região.

Todo o esgoto do complexo, incluindo o da comunidade Zacarias, receberá tratamento terciário, o mais moderno do mundo, garantindo que nenhuma poluição seja despejada no mar ou na lagoa. O esgoto se transforma em água de reuso, para rega do campo de golfe e de jardins.

Maricá está a apenas 45 km do Centro da cidade do Rio de Janeiro e a 1h30 (de carro) do Parque Olímpico, local onde acontece o Rock in Rio. De helicóptero, o trajeto entre o Rock in Rio Maraey Resort e a Cidade do Rock, na Barra da Tijuca, pode ser de, no máximo, 30 minutos, uma vez que o empreendimento ficará a apenas 4 quilômetros do Aeroporto Municipal de Maricá.