Maricá leva ferramenta inovadora de investimento na natureza à COP-28, que começa em Dubai

Codemar busca atrair investidores do mundo todo para a Plataforma Mumbuca Verde, que traz engenharia inovadora

A COP-28, Conferência da ONU sobre Mudança do Clima, começou nesta quinta-feira (30) em Dubai, nos Emirados Árabes, com a expectativa de avanços no combate às mudanças climáticas causadas pela emissão dos gases de efeito estufa. Maricá participa do encontro apresentando para empresas e investidores de todo o mundo a Plataforma Mumbuca Verde.

Trata-se de uma ferramenta que permite a pessoas e empresas de todos os tamanhos investir na natureza. Quem está em Dubai para conduzir os negócios com a plataforma é a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar).

O presidente da Codemar, Hamilton Lacerda, participa da conferência. Foto: divulgação

“Maricá e a Codemar não poderiam estar fora deste deste evento. A Plataforma Mumbuca Verde é uma inovação feita por nós que permite investir na preservação de ativos ambientais, como nascentes de água, lagoas e florestas”, afirmou o presidente da companhia, Hamilton Lacerda, que está na COP-28.

Hoje, as principais empresas globais buscam formas de compensar o impacto que provocam no mundo. É uma das exigências do mercado internacional. A Mumbuca Verde permite justamente isso, de forma simples.

A Conferência do Clima COP-28 está sendo realizada em Dubai. Foto de divulgação/UNClimateChange

Olhos para Maricá

A ferramenta é simples e fácil de usar, mas embute uma complexa e inovadora engenharia, com registro na Bolsa e tecnologia blockchain, que impede fraudes. Isso é importante porque os investidores buscam investimentos seguros e confiáveis.

Lacerda diz que o objetivo de Maricá na COP-28 é atrair investidores e empresas que já entenderam que a preservação é o principal caminho para o desenvolvimento econômico sustentável.

A Conferência do Clima COP-28 está sendo realizada em Dubai. Foto de divulgação/UNClimateChange

“Tenho certeza de que vários investidores do mundo inteiro vão voltar os olhos para Maricá e apostar nessa ideia”, acrescenta o presidente da Codemar.

Como funciona

A partir do investimento pela plataforma, empresas e cidadãos poderão obter o Selo Verde, que abre novas portas para produtos e negócios. O certificado também oferece às empresas uma série de benefícios, como uso de práticas sustentáveis, acesso a crédito com juros menores, preferência em licitações, acesso a incentivos públicos etc.

Uma das áreas que dão lastro à Mumbuca Verde. Foto: Divulgação

A plataforma é inovadora porque permite que as empresas tenham acesso a uma certificação de ponta, que gera inúmeros benefícios positivos e comprovados, sem precisar investir quantias grandiosas, sem precisar contratar consultorias e sem precisar desenvolver projetos específicos.

Cada ativo negociado pela plataforma garante a conservação de uma determinada área de floresta nativa. Não se trata apenas de adotar medidas como cercar a área. E sim de remunerar produtores rurais e pesquisadores para conservar o local. Ou seja, além de preservação ambiental, a Mumbuca Verde gera emprego, renda e conhecimento.

Programas

Notícias

Tire suas dúvidas sobre o Voa Maricá

Como são feitos os voos? As operações do Voa Maricá são realizadas com a aeronave Cessna Grand Caravan, que oferece conforto e segurança aos viajantes...

Funcionários da Codemar doam 680 cobertores para o Rio Grande do Sul

Colaboradores da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) também se envolveram na corrente de solidariedade para ajudar o Rio Grande do Sul, que sofreu...

Esquadrilha fará show de acrobacias aéreas com fumaça em Araçatiba no sábado (25)

Como parte da comemoração pelos 210 anos do município de Maricá, a Esquadrilha Céu fará acrobacias e desenhos com fumaça na manhã do próximo...