O Turismo tem um papel de destaque no desenvolvimento em razão a sua relevância econômica, uma vez que representa cerca de 10% do PIB e do emprego do mundo. Esse cenário faz com que a atividade seja essencial para o avanço dos objetivos do desenvolvimento, é a porta de entrada da economia de um País. No ano de 2017 recebeu um aumento de 15%, gerando uma receita cambial de 6 bilhões de dólares americanos, segundo dados da OMT.

O Turismo amadureceu como atividade econômica transversal, com profundas ramificações sociais, por isso além do de lazer e corporativo, também de base comunitária (espraiado), entendemos que o turismo enquanto setor econômico é um importante gerador de divisas, capaz de gerar oportunidades de trabalho e renda, e contribuir para a redução de desigualdade social, lembrando também que engloba aspectos econômicos, aumento de produção, qualidade de vida e conservação do meio ambiente.

O município de Maricá pretende se reconhecido como uma opção de turismo de veraneio e corporativo e de base comunitária da região metropolitana do Rio de Janeiro, com roteiros históricos, rurais, de aventuras, ecoturismo, sol e praia, com a maior orla ininterrupta do Rio e com grande complexo lagunar, grandes hotéis e centro de convenção. Desdobrar esse vigor financeiro em desenvolvimento econômico e social, e consequentemente em maiores benefícios para a população, é possível.

O planejamento estratégico de médio e longo prazo – 2020, 2040, 2050 – é um dos principais instrumentos para atingir esses objetivos.