Alunos da rede municipal de Maricá aprendem sobre cultivos orgânicos e alimentação saudável

Estudantes do 4º ano visitaram projeto da Codemar com a UFRRJ, plantaram, colheram e comeram os produtos da terra, como pitaya, batata-doce colorida e aipim

Uma sala de aula sem paredes. Ensolarada, mas com a brisa fresca das montanhas. O cheiro de terra molhada vem das lavouras irrigadas. Alimento fresco, tirado do pé. Esse foi o cenário das aulas para dezenas de alunos da rede municipal de ensino de Maricá que foram conhecer o Horto da Agrobiodiversidade, na Fazenda Pública Joaquín Piñero, na manhã desta terça-feira (16).

Antonio Carlos Abboud colheu pitayas com os estudantes. Foto: Leonardo Fonseca

“A aula aqui é mostrar para as crianças de onde vêm os alimentos, introduzir o mundo da agricultura, despertar o interesse em alimentação mais saudável. Elas não podem pensar que a comida vem do supermercado”, afirmou Antonio Carlos Abboud, um dos coordenadores do Inova Agroecologia Maricá e que recebeu as crianças de 9 e 10 anos.

As crianças puseram as mãos na terra para plantar e colher. Foto: Leonardo Fonseca

O programa, que visa introduzir cultivos orgânicos de produtos de alta qualidade no município, é uma parceria da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) com a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). O foco é a capacitação, principalmente, da agricultura familiar e cooperativada, mas, nesta terça-feira, a vez foi de os estudantes do 4º ano da Escola Municipal Marisa Letícia irem a campo. Eles plantaram feijões, colheram batata-doce e aipim e puderam degustar os legumes e também pitayas branca e rosa.

A engenheira agrônoma Lívia Bilheiro. Foto: Leonardo Fonseca

“As crianças plantaram, colheram e comeram. Esse tipo de relação com a natureza e com o alimento saudável é muito importante. São aprendizados que influenciam até na alimentação. Eles viram que alimentos saudáveis também são saborosos”, disse Lívia Bilheiro, engenheira agrônoma do programa.

Parceria importante

A atividade com estudantes tem um impacto que vai além da aprendizagem do aluno. Mostrar a cadeia produtiva dos alimentos e ensinar o sabor e o valor de uma alimentação mais saudável impacta a vida da família inteira.

Estudantes da rede municipal de Maricá aprenderam sobre cultivo de alimentos. Foto: Leonardo Fonseca

“É uma aula prática do que é sustentabilidade e agroecologia. Como o alimento é produzido, não simplesmente comprado. É uma questão de segurança alimentar. Eles aprendem o que os alimentos contribuem para a saúde e compartilham isso em casa com os seus pais. O impacto é na sua saúde, qualidade de vida e até na diminuição da evasão escolar” avalia Fernanda Garcia, superintendente da Codemar.

Fernanda Garcia é superintendente da Codemar. Foto: Leonardo Fonseca

O biólogo e gerente de Educação Ambiental da rede municipal de ensino Marcus Lacerda afirmou que a parceria é fundamental para a formação completa dos estudantes:

Alunos aprenderam e se divertiram com o sistema de irrigação do Horto da Agrobiodiversidade. Foto: Leonardo Fonseca

“Esses alunos são da educação integral. Isso não quer dizer que tenham que ficar o dia inteiro na sala de aula. Pelo contrário. A interação com a natureza faz parte do desenvolvimento delas, do aprendizado. Exploram o mundo usando todos os sentidos”, celebrou.

Programas

Notícias

Agricultores de Maricá recebem capacitação em tecnologias agroecológicas

Curso gratuito dividido em cinco encontros busca difundir práticas modernas que ajudem a produzir alimentos mais saudáveis e de maior valor agregado na cidade Produtores...

Diretor-presidente da Azul Conecta pilota voo do Voa Maricá

Executivo, que também é comandante, foi o responsável pela viagem de São Paulo ao município Os passageiros do Voa Maricá que fizeram o trajeto de...

Codemar e Fundação Mundukide se reúnem e estudam parcerias

A entidade espanhola é focada em organizações cooperativas e atua em vários países, incluindo o Brasil A Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) recebeu nesta...