Codemar e Fundação Mundukide se reúnem e estudam parcerias

A entidade espanhola é focada em organizações cooperativas e atua em vários países, incluindo o Brasil

A Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) recebeu nesta quarta-feira (15) a visita de representantes da Fundação Mundukide, do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST) e da Biotec Maricá, que é uma subsidiária da companhia. Com o tema cooperativismo em pauta, a Codemar apresentou projetos em desenvolvimento no município, e a Mundukide também mostrou sua metodologia focada nas organizações cooperativas em vários países.

Foto: Leonardo Fonseca

“O encontro com o representante da Mundukide, que trouxe as experiências de arranjos de cooperativismo desenvolvidos a partir da experiência de Mondragon, foi muito valioso. O cooperativismo como propulsor dos arranjos produtivos e indutor do desenvolvimento econômico e social está absolutamente alinhado com os objetivos da Codemar, que vem impulsionando essas iniciativas por meio de projetos inovadores, sempre visando o crescimento de Maricá”, apontou a diretora de Planejamento da Codemar, Margareth Raquel.

A Mundukide representa o braço da Corporação Mondragon, oriunda do País Basco, na Espanha. A Mondragon destaca valores corporativos como intercooperação, gestão de base, responsabilidade social corporativa, inovação, organização democrática, educação e transformação social. O Grupo Mondragon atualmente atua com 81 cooperativas e cerca de 70 mil pessoas.

Foto: Leonardo Fonseca

O coordenador da Fundação Mundukide no Brasil, Julio Martinez, lembrou que no Brasil eles atuam em parceria com o MST, dando centralidade em suas ações a certos princípios humanistas e emancipatórios, além de resultados econômicos.

A Fundação busca relações de cooperação internacional por meio de transferência de conhecimentos técnicos, científicos e culturais. Além do Brasil, ela presente na Colombia, no Equador, na Etiópia, em Moçambique e no País Basco.

Foto: Paulo Ávila

“Acredito que precisamos, em primeiro lugar, formar um contratante que queira eliminar um pouco a cultura de competição para colocar a cultura de cooperação. Então, as comunidades já têm algumas iniciativas de trabalhar as pessoas juntas e colaborar em seu nível central”, comentou.

Companhia que coopera

Durante a apresentação dos projetos da Codemar para os visitantes, o diretor de Inovação e Tecnologia, Pedro Mota Di Filippo, destacou que a companhia participa do crescimento da cidade como um todo.

“A Codemar é uma empresa com objetivo socioeconômico, cria novos mercados, mas sempre com esse olhar social, para que a cidade e a população cresçam com esse desenvolvimento econômico”, disse.

Foto: Leonardo Fonseca

Ele lembrou que o tema cooperativismo tem sido trabalhado pela Codemar de diferentes formas.

“Somos a única agência que fomenta o econômico que tem uma diretoria voltada para a parte da economia solidária, que trabalha muito com essa parte do cooperativismo também. Temos um cooperativo que estamos apoiando desde o seu início, que é a Rede Colmeia – uma cooperativa de 5.200 mulheres que atuam com artesanato e empreendedorismo”, acrescentou o diretor.

Programas

Notícias

Agricultores de Maricá recebem capacitação em tecnologias agroecológicas

Curso gratuito dividido em cinco encontros busca difundir práticas modernas que ajudem a produzir alimentos mais saudáveis e de maior valor agregado na cidade Produtores...

Diretor-presidente da Azul Conecta pilota voo do Voa Maricá

Executivo, que também é comandante, foi o responsável pela viagem de São Paulo ao município Os passageiros do Voa Maricá que fizeram o trajeto de...

Arranjos florais incentivam negócios em Maricá

Pioneira na arte de criar rede de negócios na agroecologia, o Inova promoveu o curso de arranjos tropicais para profissionais que queiram trabalhar com...