Torneio de pesca esportiva com tarrafa movimenta Boqueirão

Prática da pesca artesanal é uma das características de Maricá

A comunidade pesqueira de Maricá se reuniu no sábado (5) para participar do segundo torneio de Pesca esportiva com Tarrafa na lagoa do Boqueirão.

Para participar, os 20 inscritos seguiram regras, entre elas utilizar malha com tamanho mínimo de 25mm e ter o registro de atividade pesqueira(RGP). Além de pescadores autônomos, a Colônia de Pescadores ‘Z7’ inscreveu diversos integrantes no torneio, que contou com feira de artesanato e gastronomia e música ao vivo.

“Com esse evento, fomentamos a pesca artesanal em nossa cidade, valorizando a profissão. Hoje conseguimos pescar cerca de 20 quilos de peixe que irão para doação. O próximo torneio acontece em breve em Ponta Negra”, conta a Coordenadoria de Pesca Esportiva e Amadora de Maricá, Rosana Oliveira.

Na competição, cada pescador tem a oportunidade de jogar a tarrafa dez vezes. Ganha quem pegar mais peixes. A iniciativa teve premiação do 1º ao 10º lugar e também o troféu “Pega Nada” para os competidores que zeraram a prova.

Em 1º lugar, com 12 peixes, o pescador Charles do Amparo, se consagrou bicampeão da competição, já que também ganhou a primeira etapa do torneio realizada em maio, em Bambuí. Para o 2° lugar, houve um empate técnico: Maximiliano da Silva Matos, que pescou 8 unidades, levou a melhor no desempate, deixando o 3º lugar para Renan Rodrigues.

Cultura de pai pra filho

A cultura da pesca passa de geração para geração e é com ela que muitas famílias tiveram renda. É o caso do Salvador Machado Neto, 70 anos, sendo 60 deles dedicado à pesca, feito que aprendeu com seu pai, Constantino, e seu avô. “Sustentei minha família com a pesca artesanal. Foram três filhos criados com o alimento proveniente das lagoas de Maricá. Na década de 60, eu e meu pai saiamos de Cordeirinho montados no burro e levávamos para vender no Mercado São Pedro, em Niterói”, conta.

Toda a família é de Cordeirinho e, atualmente, seu filho, Edson Machado, 58 anos, continua com o legado familiar, pescando diariamente entre Boqueirão e Ponta Negra.

Pesca em Tarrafa

Jogar uma tarrafa exige prática e técnica, já que para concluir a missão da pescaria com êxito, é necessário que a rede de pesca circular, arremessada com as mãos de tal maneira que esta se abra o máximo possível antes de cair na água. Ao entrar em contato com a água, a rede afunda imediatamente, enroscando assim os peixes na malha ao puxar.

Programas

Notícias

Tire suas dúvidas sobre o Voa Maricá

Como são feitos os voos? As operações do Voa Maricá são realizadas com a aeronave Cessna Grand Caravan, que oferece conforto e segurança aos viajantes...

Funcionários da Codemar doam 680 cobertores para o Rio Grande do Sul

Colaboradores da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) também se envolveram na corrente de solidariedade para ajudar o Rio Grande do Sul, que sofreu...

Esquadrilha fará show de acrobacias aéreas com fumaça em Araçatiba no sábado (25)

Como parte da comemoração pelos 210 anos do município de Maricá, a Esquadrilha Céu fará acrobacias e desenhos com fumaça na manhã do próximo...